Friday, January 12, 2007

Style Icons - Steve McQueen

Por alguma razão lhe chamavam "The King of Cool". Quem é que a crescer não queria ser como o Steve McQueen? Eu, pelo menos, desde que vi o Bullit fiquei fascinado com o cool look do Steve. A partir daí tentei ver todos os filmes dele, desde o Great Escape, The Getaway, Cincinatti Kid e tantos outros que me deixavam literalmente colado ao ecrã. Não era tanto pelos filmes mas sempre pelo Steve. Até consegui encontrar aquele episódio do Hitchock em que contracena com o Peter Lorre.
A conclusão a que cheguei, então, e que agora confirmo, é que este foi um dos actores mais cool que alguma vez foi captado em película. E o mais impressionante é que a coolness não se cingia às personagens nem ao cinema. Ele era um exímio condutor, tanto de carros como de motas, chegando mesmo a participar em diversas corridas, incluindo as 24 horas de Le Mans. A Tag Heuer até editou um relógio, da linha Monaco, em sua homenagem.
Para além disso foi um dos discípulos hollywoodescos de Bruce Lee, tendo sido, ainda, ao lado de James Coburn, um dos pallbearers do mestre chinês no funeral deste.










Lembro-me de ter visto o Bullit e imediatamente a seguir exigir os meus pais que me comprassem uns sapatos de camurça tal como os de Frank Bullit e subissem a bainha de todas as minhas calças.

Pelo caminho foi encontrando algumas diversões bem menos saudáveis que os carros e motas, entre as quais a cocaína e o álcool, que o levaram à prisão e, inevitavelmente, à morte, mas que lhe permitiram proferir uma frase lendária, ainda hoje muitas vezes recordada, "I may be screwed up but I'm beautiful". Se isto não é a essência do Cool não sei o que será.





Tinha as suas manias e passou por momentos mais obscuros mas certo é que ninguém se vai esquecer de Steve McQueen, o actor, o style icon, "The King of Cool".


5 comments:

Anonymous said...

recentemente estive numa conversa onde havia que escolher entre Steve Mcqueen e o Paul Newman, claro que o Stevzie ganhou (Quoting Wes Andersen's The life aquatic with Steve Zizzou, "Can I call you Stevzie?"). post mais que oportuno! Coincidencialmente oportuno e certo, mas oportuno. Alem disso, que posso eu dizer? Nem sequer consigo fazer um "c" com cedilha!

Anonymous said...

recentemente estive numa conversa onde havia que escolher entre Steve Mcqueen e o Paul Newman, claro que o Stevzie ganhou (Quoting Wes Andersen's The life aquatic with Steve Zizzou, "Can I call you Stevzie?"). post mais que oportuno! Coincidencialmente oportuno e certo, mas oportuno. Alem disso, que posso eu dizer? Nem sequer consigo fazer um "c" com cedilha!

Fernando Bolivar said...

recentemente estive numa conversa onde havia que escolher entre Steve Mcqueen e o Paul Newman, claro que o Stevzie ganhou (Quoting Wes Andersen's The life aquatic with Steve Zizzou, "Can I call you Stevzie?"). post mais que oportuno! Coincidencialmente oportuno e certo, mas oportuno. Alem disso, que posso eu dizer? Nem sequer consigo fazer um "c" com cedilha!

Fernando Bolivar said...

recentemente estive numa conversa onde havia que escolher entre Steve Mcqueen e o Paul Newman, claro que o Stevzie ganhou (Quoting Wes Andersen's The life aquatic with Steve Zizzou, "Can I call you Stevzie?"). post mais que oportuno! Coincidencialmente oportuno e certo, mas oportuno. Alem disso, que posso eu dizer? Nem sequer consigo fazer um "c" com cedilha!

Lion_ou said...

boa escolha, a melhor, o meu preferido é Le Mans. Abraço, Lion_ou